Category Archives: Doenças da próstata

Os pontos

meridian image1 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro esta na parte inferior das costas, a três dedos para cada lado da espinha dorsal, sobre uma linha que passa pelas cristas iliacas.

O segundo a três dedos para cada lado do ânus.

Os acessórios:

O primeiro sobre o ventre, a meio caminho entre o umbigo e o púbis.

O segundo de ambos os lados do púbis, sobre uma pequena ponta óssea (espinha pubiana).

Definição

prostata 300x185 - Definição

Antes de falar nas doenças que a afetam, convém definir o lugar e o papel exato deste órgão.

Está situado, no homem, sob a bexiga que repousa sobre ele «como um candeeiro sobre o seu pé», como já foi dito. É atravessado pela primeira parte do canal da uretra, que conduz a urina da bexiga para o exterior. É uma glândula genital acessória que fornece a secreção ao esperma para o alimentar, mas a sua ligação ao aparelho urinário fá-lo intervir em lugar destacado nas doenças deste aparelho.

Causas

doctor and patient art 6b7bbfdda5c09479 300x200 - Causas

Vemos que as prostatites são devidas a uma infecção da glândula por germes variados (colibacilo, estafilococo, até mesmo bacilo da tuberculose).

As causas do adenoma são desconhecidas; tudo o que podemos dizer desta doença é que é um pouco «simétrica» do fibroma da mulher, mas, quanto ao resto, a medicina tem de confessar a sua ignorância.

E, infelizmente, o mesmo sucede com o cancro. Tudo o que sabemos é que este está muito dependente das hormonas, agravado pelas hormonas masculinas, melhorado, pelo contrário, pelas hormonas femininas.

Tratamento habitual

medicament 300x200 - Tratamento habitual

As prostatites exigem um tratamento intenso com antibiótico, o qual deverá ser tão precoce quanto possível, para evitar a passagem ao estado crónico.

A questão do adenoma está hoje perfeitamente resolvida pela cirurgia. Mas em que altura deverá ser feita a operação? O problema tem de ser resolvido caso a caso, porque a sua evolução é muito caprichosa.

Certos doentes podem facilmente viver até ao fim da sua existência com um incómodo muito moderado. Surgem com frequência crises na sequência de uma situação de fadiga (viagem de automóvel, por exemplo), mas tudo volta a entrar na ordem com alguns medicamentos vegetais simples.

Quanto ao cancro, é sensível às hormonas femininas, ou melhor, a novos produtos, as anti-hormonas masculinas, adaptadas à finalidade que se propõe atingir.

Formas e sinais

luva 300x300 - Formas e sinais

Compreende-se assim que as patologias da próstata se traduzam sobretudo por meio de sinais urinários.

Esta patologia inclui três grandes capítulos: as prostatites, o adenoma e o cancro.

As prostatites estão ligadas à infecção da glândula. Os micróbios em causa podem ter origem nas vias urinárias infectadas, ou então numa infecção à distância: furúnculos, ou até mesmo tuberculose pulmonar. A doença começa em geral subitamente, com arrepios, febre alta, dor no baixo-ventre. Se não há intervenção, forma-se um abcesso que se abre para a uretra ou contamina o testículo.

Um tratamento enérgico cura geralmente o abcesso e as suas consequências. Mas se não é o caso, a doença evolui para uma prostatite crónica com períodos de acalmia e crises que lhe dão uma cronicidade desesperante.

O adenoma prostático, a «próstata» dos homens idosos, muito mais frequente, é uma coisa diferente. Trata-se de um aumento de volume e de um endurecimento de uma parte da glândula.

Infelizmente, esta está situada para cima e faz hérnia na bexiga; cria-se assim, para trás, uma profundidade vesical donde a urina não pode sair, o que explica todos os sintomas da doença: vontade de urinar frequente ao princípio, porque a bexiga procura «forçar» o obstáculo, depois, pelo contrário, distensão vesical quando o órgão já não tem força para reagir e muitas vezes também retenção de urina porque o canal da uretra, estrangulado pelo adenoma, já não deixa passar a urina.

Quanto ao cancro da próstata, traduz-se por uma sintomatologia que recorda a do adenoma, mas com uma evolução muito mais rápida. Pode também revelar-se, infelizmente, por uma metástase, isto é, um «enxerto» canceroso nos ossos ou no pulmão. É sempre de recear, mas é bastante fácil conseguir um diagnóstico precoce, porque é um dos raros cancros que têm uma «assinatura» biológica (elevação das fosfatases ácidas no sangue).

Doenças da próstata | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com