Category Archives: Enurese, “xixi na cama”

Sinais e formas

xixinacama52 1 300x199 - Sinais e formas

O asseio noturno, por outras palavras, deixar de fazer xixi na cama, estabelece-se normalmente entre os dois e os três anos.

Admite-se que possam ocorrer ocasionalmente «acidentes» até à idade dos cinco anos.

É por isso que é vão e até perigoso ser exigente em relação a uma criança mais nova. Certas mães são maníacas da limpeza e perseguem literalmente o seu bebé para que vá ao bacio. E uma atitude insensata, susceptível de o perturbar durante muito tempo.

Há que assinalar a existência de dois tipos de enurese. A que nunca cessou, a criança nunca foi asseada, designa-se por enurese primária.

Pelo contrário existe também o caso da criança que se tornou normalmente asseada e que depois se tornou enurética passados dois ou três anos, é a enurese secundária, e observamos que foi na sequência de um choque emocional (nascimento de um irmão ou de uma irmã, separação dos pais, etc.) que a criança voltou a urinar na cama. Veremos que isto é importante para determinar as causas da doença.

Porque é uma verdadeira doença; a criança sente-se incomodada, envergonhada, perante os seus companheiros; não pode ir descontraidamente para uma colónia de férias, para casa de amigos, etc, o que vai acabar por agir sobre o seu carácter e torná-la muito infeliz.

Evolução

menina dormindo 12648 300x152 - Evolução

É certo que a enurese não apresenta nenhuma gravidade em si, mas dura, muito simplesmente. Os anos passam, o pequeno «doente» e os seus pais entram em desespero.

Muitas vezes é preciso esperar pela puberdade para tudo entrar na devida ordem. Por vezes, a enfermidade vai até à idade adulta, com todas as consequências sociais que daí podem advir.

Lugar da nossa terapêutica

acupuntura estetica1 300x2252 300x225 - Lugar da nossa terapêutica

Numa afeção tão caprichosa e desencorajadora, é difícil prever com exatidão os resultados que se irão obter em tal ou tal caso.

Uma longa prática médica permite ao autor deste livro dizer que os resultados favoráveis são ao nível de cerca de cinquenta por cento, o que nem por isso é muito mau.

Causas

975814 590064124366516 1018560769 n 258x300 - Causas

Há dois grandes tipos de causas na enurese. As causas psicológicas já foram referidas. E é verdade que continuam a ser muito importantes, o exemplo acima citado prova-o, particularmente nas enureses secundárias.

Pelo contrário, nas enureses primárias, as causas orgânicas parecem ser as de maior peso. É a bexiga que está na sua origem, ou porque tem alguma deformação, ou porque as suas contrações são demasiado fortes, ou ainda, e sobretudo, porque, por razões que desconhecemos, é demasiado pequena e não cresce ao mesmo tempo que a criança.

Tratamento habitual

remedio 2 17 300x300 - Tratamento habitual

Das causas expostas, é fácil deduzir que o tratamento comporta dois âmbitos: um mental, o outro orgânico.

O tratamento psicológico continua a ser o mais importante, mas não é fácil. Trata-se, para começar, de educar ou reeducar os reflexos da criança, de a fazer urinar a horas certas durante o dia, de a levantar e, melhor ainda, de a acordar realmente, uma ou duas vezes por noite.

Alguns pequenos instrumentos são muito úteis, porquanto acordam a criança por meio de um sistema de alarme desencadeado pela urina.

E também é preciso desdramatizar a situação, tanto em relação à criança como em relação… aos pais, fazer-lhe sentir e fazer-lhes compreender que não é normal, nem porco, nem culpado.

Tudo isso exige muito tacto e muita perseverança…

Desde há algum tempo, verifica-se a utilização de medicamentos sobre a componente «orgânica» do sintoma. Trata-se, coisa curiosa, de produtos utilizados nas perturbações mentais, como a imipramina, mas que, nestes casos, têm uma ação sobre a motricidade da bexiga.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado sobre o lado interior da barriga da perna, a uma mão acima do tornozelo interno, sobre o bordo posterior da tíbia, numa pequena concavidade.

O segundo está situado sobre o ventre, a meio caminho entre o umbigo e o púbis.

Os acessórios:

O primeiro está situado sobre o topo do crânio, na junção da linha mediana e da linha que passa pelas duas orelhas.

O segundo sobre o lado interior da barriga da perna, a uma mão abaixo do joelho, no ângulo da cabeça e do corpo da tíbia.

Enurese, “xixi na cama” | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com