Category Archives: Infeções urinárias, cristites, pielonefrites

Sinais e formas

stomachPain1 300x200 - Sinais e formas

As infeções são de natureza diferente segundo o órgão atingido.

Quando se trata de uma afeção do alto aparelho urinário, bacinete e uréter, fala-se de pielonefrite; a infeção da bexiga é uma cistite. E, em cada caso, a doença varia segundo o sexo e a idade.

As pielonefrites são sempre infeções severas; podem ser agudas, com uma febre alta, arrepios intensos, dores lombares; podem ser crónicas, com um aspecto muito menos espetacular, uma febrezinha, algum ardor ao urinar.

É sobretudo na criança que esta forma é perniciosa, porque não há nada na urina que chame a atenção. Donde a obrigação imperiosa de fazer um exame de urina a um lactente que apresenta uma febre cuja origem não é evidente.

Em qualquer idade, é preciso procurar uma causa para esta infeção que se manifesta acima de uma «barragem». No adulto, tal barragem pode ser devida a um cálculo ou a um estreitamento do uréter.

Na criança, é um mau funcionamento da bexiga que impele a urina para cima em vez de a deixar seguir o seu curso normal.

A situação é muito diversa com as infeções da bexiga, as cistites.

Estas, sobretudo na mulher, são infinitamente menos graves. Mas podem ser um verdadeiro pesadelo devido à sua repetição incessante. Pode até acontecer, por vezes, um exame à urina não revelar qualquer germe e, todavia, encontrarmos toda a sintomatologia da cistite: desejo repetido de urinar, ardor ao urinar, por vezes urina sangrenta. Fala-se então de cistalgia.

Definição

Homem urinando no banheiro cor 182x300 - Definição

Entende-se por infeções urinárias as infecções das vias condutoras da urina, que são, de cima para baixo, o bacinete, o uréter e a bexiga.

As infeções do conduto terminal, a uretra, são excluídas desta definição. «E as do rim?», perguntará o leitor. As infeções do rim são muito raras, e quando se fala de nefrites, o que etimologicamente deveria querer dizer infeção do rim, não se trata de uma verdadeira infeção, mas de uma inflamação de natureza muito diferente.

Pelo contrário, a infecção das vias urinárias pode provocar, como reflexo, uma destruição do rim; é por isso que as infecções saio tão perigosas, tanto mais que muitas vezes evoluem silenciosamente.

Modo de emprego

images 115 - Modo de emprego

É preciso estimular longamente estes quatro pontos, quer à mão, quer por meio de uma estimulação elétrica, de manhã e à noite. Convém obter uma sensação de adormecimento ao nível da bexiga. Pode-se assim igualmente aliviar as crises e evitar as recaídas, sobretudo das cistites.

Causas

barriga 300x201 - Causas

Já vimos que, na maior parte das vezes, era um obstáculo o responsável por uma pielonefrite.

Não acontece o mesmo com as cistites, doenças quase exclusivamente femininas e cuja origem se encontra mais prosaicamente ligada à proximidade dos orifícios naturais na mulher. Os germes partem do ânus e penetram nas vias urinárias. E roupa muito apertada, os jeans, por exemplo, facilitam essa migração.

Quanto às cistalgias, que são falsas cistites uma vez que não existem germes, são secundárias a um grande número de causas: alergias, infecções genitais próximas, deslocamentos da bacia, e podem até ter origem psicológica.

Tratamento habitual

550px Get Rid of Tonsil Stones Step 5 preview3 300x169 - Tratamento habitual

As pielonefrites são uma indicação imperiosa para o emprego de antibióticos em doses maciças; convém também retirar cirurgicamente o obstáculo que é a sua causa: cálculo, tumor, etc.

Pelo contrário, podemos dizer que as cistites são uma das provas do fracasso dos antibióticos. Basta ver quantas infelizes mulheres vão de recaída em recaída, verdadeiras doentes crónicas urinárias. E isto é ainda mais verdade quando se trata de cistalgia sem germes.

Os pontos

meridian image1 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado sobre o baixo-ventre, sobre a linha mediana, mesmo no rebordo do púbis.

O segundo nas costas, a três dedos para cada lado da espinha dorsal, à altura da crista ilíaca.

Os acessórios:

O primeiro ao nível da extremidade interna da dobra do joelho.

O segundo a três dedos para cada lado do ânus.

Infeções urinárias, cristites, pielonefrites | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com