Causas

dormindoo 300x201 - Causas

Existem afecções graves das vértebras: tumores, infeções, reumatismos. Também há que desconfiar, quando houve traumatismo (em especial um choque de automóvel por trás, que sacode o pescoço), de uma fractura vertebral. É por isso que é sempre útil uma radiografia.

Mas na imensa maioria dos casos estamos perante o deslocamento de uma ou várias vértebras (na sequência de um choque ou de uma má posição repetida, as vértebras deslizam uma sobre a outra bloqueando os nervos que passam entre elas).

E que dizer da artrose? É possível dizer que a artrose vertebral não é dolorosa em si mesma, mas, pelas deficientes posições que provoca, favorece as compressões nervosas e, portanto, as dores.

Com efeito, uma vértebra que se desloca comprime os nervos que passam entre ela e as suas vizinhas; é essa a causa principal de toda a patologia da região.

Isso começa por provocar uma dor localizada e contraturas musculares responsáveis pela imobilização do pescoço.

Se se trata de uma vértebra cervical alta, as duas primeiras sobre a nuca, também pode haver dores do crânio, ou até uma enxaqueca de um lado da cabeça, ou difusa.

Se, pelo contrário, é uma cervical baixa que é afetada, as dores descem para o ombro e para o braço e, muitas vezes, vão mesmo até à mão; temos então uma nevralgia cervicobraquial, mais simplesmente designada, impropriamente, aliás, como «nevrite».

Em todos os casos podem ocorrer vertigens; o deslocamento cervical é a causa mais frequente da vertigem, porque a artéria vertebral que vai ao cerebelo, centro de equilíbrio, passa através das vértebras e pode assim ser comprimida por esse deslocamento.

Causas | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com