Category Archives: Hemorróidas, doenças do ânus

Causas

prisao de ventre na gravidez 300x199 - Causas

Relativamente às hemorróidas, responsabilizou-se durante muito tempo a prisão de ventre que obrigando a “fazer força” sobre as veias, as tornava varicosas. Na realidade parece que a responsabilidade deverá ser antes atribuída à diarreia. Digamos que qualquer perturbação digestiva as pode fazer surgir, tal como aliás, qualquer obstáculo à subida do sangue venoso: a gravidez, por exemplo.

Quando às fissuras e fistulas anais, as suas origens são bem diversas, sendo as primeiras geralmente consequências de uma rutura da mucosa posterior a pressões demasiado fortes: prisão de ventre rebelde, gravidez e as segundas a uma anomalia da nascença que permitiu a formação de pequenas “bolsas” abertas na pele e por vezes no intestino.

Sinais e formas

IMG 4745 225x300 - Sinais e formas

Os três sintomas essenciais são a dor, a hemorragia e o corrimento. A dor é geralmente densa, pesada, e aumenta quando da passagem das fezes. É nesse momento que a hemorróida sangra, acompanhando as matérias fecais com um jacto de sangue vermelho. Entre duas defecações, o ânus permanece húmido devido a um corrimento Frequentemente irritante e com mau cheiro.

Assim se apresentam as hemorróidas simples. Mas, na verdade, poderão ser afetadas por outras complicações.

Por vezes, forma-se um coágulo, que provoca uma trombose hemorroidária, pequena bola dolorosa que pode estar situada no exterior ou no interior do ânus. Outras vezes, as hemorróidas inflamam-se, e temos uma anite. Noutros casos, elas «saem» em bloco do ânus, criando o prolapso hemorroidário.

Mas as hemorróidas não constituem, nem de longe, todas as doenças do ânus. Além delas, há que assinalar as fissuras e as fístulas anais.

As primeiras são uma espécie de corte horrivelmente doloroso, mesmo ao nível do ânus. As segundas são um pequeno orifício húmido situado, com frequência, fora da abertura do ânus e do qual sai pus. A fístula pode ser causa de abcessos muito graves.

Finalmente, há que estar atento a qualquer manifestação anormal ao nível do ânus, tumores e cancros, e ir consultar o especialista, cujo nome científico é «proctologista», sobretudo quando surgem sinais de alarme graves: hemorragias de sangue negro, que ocorrem entre as defecações.

Quanto à comichão no ânus, ela pode ser consequência das doenças referidas, mas também pode surgir independentemente daquelas.

Nesse caso, há que pensar sobretudo:

— Na criança, nos vermes intestinais;

— No adulto, na diabetes.

Tratamento habitual

IMG 09851 300x300 - Tratamento habitual

A crise de hemorroidal é geralmente tratada com medicamentos flebotónicos. Estes medicamentos são tomados pela boca, mas, sobretudo, aplicados pela via local: pomadas, supositórios.

A trombose hemorroidária, a pequena «bola» do ânus, precisa de sofrer uma incisão, tal como um pequeno abcesso; essa intervenção traz alívio imediato.

Quando as crises são muito próximas ou as hemorróidas demasiado volumosas, recorre-se a um tratamento radical, ou seja, a esclerose, isto é, a injeção nas hemorróidas de produtos que as «secam», ou então a intervenção cirúrgica.

As fissuras e fístulas têm tratamentos específicos: injeções e calmantes para as primeiras, tração por um fio para as segundas.

Quanto ao prurido anal, pela sua tenacidade, provoca muitas vezes o desespero dos doentes… e do médico.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado exatamente na massa muscular da perna, a meia altura e a meia largura.

O segundo, único, encontra-se na ponta do cóccige.

Os acessórios:

O primeiro, único também, está situado sobre o lábio superior, sob o nariz.

O segundo, no cimo do crânio (o ponto mais alto do corpo), na junção da linha mediana e da linha que passa pelo alto das duas orelhas. Notemos que este ponto é notável no tratamento do prolapso hemorroidário.

Evolução

IMG 0985 300x224 - Evolução

As hemorróidas evoluem geralmente sob a forma de crises, intervaladas com períodos de tranquilidade. Mas podem surgir complicações com grande frequência: infeções, até mesmo abcessos, ou então a «saída» do conjunto da massa hemorroidária, o prolapso, que necessita de medidas urgentes. Também é muito frequente a ocorrência de infeções nas fístulas e fissuras.

Definição

agua 225x300 - Definição

As hemorróidas são a mais frequente doença do ânus. Em relação a elas, há que esclarecer desde já um equívoco: existem normalmente veias no ânus, as quais, aliás, o circundam; são as veias hemorroidárias. São elas que, quando se dilatam, se transformam em hemorróidas. Por outras palavras, as hemorróidas são, de um modo geral, varizes do ânus.

Hemorróidas, doenças do ânus | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com