Category Archives: Doenças e Tratamentos

Lugar da nossa terapêutica

PONTOS MÃO E BRAÇO 300x225 - Lugar da nossa terapêutica

Esta é secundária em caso de conjuntivite infecciosa que se cura muito bem por ação dos colírios antibióticos.

Mas o mesmo não acontece com as duas outras variedades, nas quais a utilização regular e assídua dos pontos leva a resultados muitas vezes superiores aos das outras terapêuticas e, sobretudo, é desprovida de inconvenientes.

Sinais

joelho get 300x190 - Sinais

São três os principais:
-A dor, mais pronunciada na marcha, sobretudo nas escadas, ao subir ou, mais ainda, ao descer;

-A deformação de toda ou de parte da articulação;

-O derrame da sinóvia —hidrartrose em termos científicos —, isto é, do líquido interno da articulação. Esta hidrartrose pode existir em qualquer articulação, mas é particularmente importante ao nível do joelho.

Formas

agenuspdornascostasfotomarcossantos003 300x200 - Formas

Além desta dupla incidência, sensitiva e motora, a dor pode ser mais ou menos extensa ao longo do nervo. Pode assim acontecer que o doente só tenha dor na nádega ou na coxa, ou até somente na barriga da perna ou no pé.

Mas é importante insistir sobretudo nas duas irradiações diferentes que afetam os dois ramos terminais do nervo; um deles segue na direção do dedo grande, o outro na do último e mais pequeno dedo do pé; temos assim duas espécies de ciáticas; e esta noção é importante porque nos permite precisar a origem exata e por conseguinte, a raiz atingida. Com efeito, o nervo ciático, que é o nervo mais comprido e mais grosso do corpo, nasce de dois grupos de raízes sobrepostas.

Por exemplo, quando a ciática atinge o dedo grande, é porque é a raiz que passa entre a quarta e a quinta vértebras lombares que está envolvida.

Quando a dor vai ao dedo pequeno, é a que passa entre a quinta lombar e o osso sacro.

Também isto tem, como adiante veremos, importância em relação ao tratamento.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado exatamente na massa muscular da perna, a meia altura e a meia largura.

O segundo, único, encontra-se na ponta do cóccige.

Os acessórios:

O primeiro, único também, está situado sobre o lábio superior, sob o nariz.

O segundo, no cimo do crânio (o ponto mais alto do corpo), na junção da linha mediana e da linha que passa pelo alto das duas orelhas. Notemos que este ponto é notável no tratamento do prolapso hemorroidário.

Modo de emprego

Acupuncture11 266x300 - Modo de emprego

A estimulação pode ser feita por meio de massagem, ou, então, recorrendo a agulhas ou a uma corrente eléctrica.

Estimular longamente em qualquer dos casos; é recomendável fazer, ao mesmo tempo, diversos movimentos com o ombro: elevação para diante, para o lado, para trás, etc.

Um resultado quase constante da estimulação é a atenuação da dor; além disso, é impressionante ver a recuperação obtida, após cada sessão, em relação aos movimentos normais.

Sinais

376x250 - Sinais

São essencialmente dois:

Primeiro a dor, mas atenção, esta dor nem sempre se situa na anca; na maior parte das vezes é irradiada no joelho;

Depois vem o coxear: no adulto, de forma evidente; na criança, é preciso uma observação muito cuidadosa, porque o pequeno doente tem tendência para dissimular que coxeia, através de uma modificação da marcha.

A radiologia permite precisar as lesões.

Causas

severe vomitting cause preterm labor 238x300 - Causas

São esses casos que merecem um estudo atento, porque então o vómito é a tradução de uma doença séria:

• Ou de origem digestiva, úlcera, cancro do esófago ou do estômago, apendicite, colecistite, «ventres agudos» cirúrgicos;

• Ou de origem geral, infeções, envenenamentos, diabetes, ureia, acetona na criança pode ser a sua causa;

• Ou de origem «nervosa» no seu sentido amplo, reflexo, se quisermos, assim, os vómitos repetidos podem ser sinal de miningite ou de perturbações do equilíbrio, ou então têm uma origem psicológica, como na anorexia mental, essa curiosa doença da jovem que procura emagrecer a todo o preço.

Mas, felizmente, a grande maioria dos casos não tem nada a ver com essas temíveis causas, e trata-se simplesmente de uma indigestão.

Uma «boa» indigestão não é mais do que um incidente passageiro na sequência de uma «comezaina» bem regada; traduz-se por vómitos, por vezes febre, é o «desarranjo gástrico febril», célebre na medicina
militar.

Mas também me pode perguntar o leitor: «E então a crise de fígado?»

Ora bem, muito simplesmente, ela não existe. É uma tradição francesa, e unicamente francesa. Sob este nome esconde-se geralmente uma enxaqueca, doença hereditária e alérgica. É a cabeça que faz mal ao fígado, e não o inverso.

Tratamentos habituais

550px Get Rid of Tonsil Stones Step 5 preview3 300x169 - Tratamentos habituais

Estes dividem-se entre terapêutica, médicas e cirúrgicas.

— As colecistites exigem frequentemente um tratamento antibiótico massivo.

— Os cálculos e as suas complicações eram até há poucos anos apanágio exclusivo da cirurgia. Há pouco tempo surgiram produtos que desfazem os cálculos na vesícula, mas só se se tratar de cálculos de colesterol, e tais medicamentos nem sempre são bem tolerados.

— Quanto às discinesias, a sua existência arrastou consigo, por assim dizer, a criação de um enorme mercado de produtos farmacêuticos ditos «coléritos» que se propõem excitar ou retardar as contrações
do órgão. Na realidade, o que convém é um método que harmonize os movimentos da vesícula e os medicamentos dificilmente o conseguem.

— A crise de cólica hepática necessita da utilização de calmantes muito
poderosos em pílulas, supositórios ou injeções.

Doenças e Tratamentos | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com