Category Archives: As hemorragias da mulher(hemorragias uterinas)

Tratamento habitual

Cortisol 3D vdW 300x272 - Tratamento habitual

O tratamento de fundo, bem entendido, depende da causa e não trataremos dele aqui.

Pelo contrário, fazer parar a hemorragia representa uma verdadeira situação de urgência por isso são utilizadas todas as drogas hemostáticas, isto é, que ajudam a coagular o sangue, associadas ou não a hormonas que fazem contrair as próprias fibras do útero.

Modo de emprego

Acupuncture12 267x300 - Modo de emprego

Nas hemorragias uterinas, o tratamento deve ser particularmente intenso.

Deverão ser utilizadas as mais enérgicas formas de estimulação. Ou então uma massagem prolongada dos diversos pontos, uns após outros, apoiando com muita força; ou uma massagem com um instrumento aquecido, por exemplo, uma colher, tendo, todavia, o cuidado de não queimar a pele.

A acupunctura utiliza, neste caso, agulhas constantemente agitadas ou ligadas a um estimulador eléctrico.

Para evitar a repetição da hemorragia, devem ser praticadas estimulações de quinze a vinte minutos, duas a três vezes por dia.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

Estão situados sobre os pés:

O primeiro ao nível do ângulo formado pela unha do dedo grande, do lado interior do pé.

O segundo na base do dedo grande, sobre o bordo interior do pé, por trás da primeira articulação do dedo.

Os acessórios:

Estão situados:

O primeiro na parte inferior das costas, a meio destas, sobre o rebordo superior do sacro.

O segundo no alto da cabeça, ao meio, sobre a linha que liga as duas orelhas.

 

Lugar da nossa terapêutica

acupuntura estetica2 300x225 - Lugar da nossa terapêutica

Esta tem efeitos desiguais.

Atua nas hemorragias em que não existem lesões orgânicas, assim como nos que têm origem nas fibromas sua inocuidade e rapidez de aplicação fazem que mereça ser utilizada em primeiro lugar, isoladamente ou associada a qualquer outra terapêutica.

Causas

1340569550136024 300x225 - Causas

São geralmente diferentes das menorragias e metrorragias.

As primeiras são devidas, sobretudo, a perturbações funcionais ou a um tumor totalmente benigno: o fibroma.

As segundas podem ser igualmente devidas a perturbação funcional, mas, nesses casos, há sempre que desconfiar de qualquer coisa grave, tumores do colo ou até mesmo do corpo do útero em particular, que têm muitas vezes um carácter maligno.

Finalmente, doenças gerais (infecções, doenças do sangue) podem também ser responsáveis pela situação.

Formas e sinais

maxresdefault4 300x169 - Formas e sinais

É evidente que a hemorragia deve ser, só por si, estudada com grande cuidado. Primeiro, porque a sua abundância poderá pôr em perigo a vida da doente. E também as suas características: trata-se de sangue vermelho, de sangue escuro? Há coágulos, fragmentos, membranas? O seu odor é normal ou fétido? Surge ocasionalmente misturado com pus?

Também é preciso investigar os sintomas associados; a hemorragia pode fazer-se acompanhar de dores, de vertigens, de vómitos, etc. Tudo isso tem importância para lhe encontrarmos a causa.

Definição

osteo 10241 271x300 - Definição

Qualquer perda anormal de sangue pela vulva, que ocorra na mulher.

Mas, dir-se-á, a perda de sangue é normal na mulher, uma vez que se trata das regras.

Por isso é necessário precisar que a perda pode ser anormal em função de três razões:

• Ou porque ocorre por altura das regras, mas em quantidade ou com uma duração excessivas; estas hemorragias designam-se por menorragias;

• Ou ocorrem fora do período menstrual: são as metrorragias;

• Ou surgem antes ou após as idades em que a mulher é menstruada, na menina ou na mulher idosa.

As hemorragias da mulher(hemorragias uterinas) | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com