Category Archives: Miopia, presbitia, hipermetropia

Sinais

maxresdefault 300x168 - Sinais

É óbvio que o sinal mais evidente de todas estas deformações é a perturbação ocular. Esta afeta, conforme a anomalia em causa, uma parte do campo de visão. O míope vê bem «ao perto» e mal «ao longe»; o hipermetrope vê bem «ao longe» e mal «ao perto». Acontece o mesmo ao presbita, e o primeiro sinal de necessidade de óculos é quando ele afasta cada vez mais o seu jornal para o ler.

Os Pontos

meridian image 300x176 - Os Pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado no ângulo interno do olho, no sitio donde escorrem as lágrimas.

O segundo na parte de trás da cabeça, sobre o rebordo do crânio, numa pequena depressão afastada dois dedos do pavilhão da orelha.

Os acessórios:

O primeiro no meio da sobrancelha.

O segundo, simétrico deste, no meio do rebordo inferior da órbita.

Definição

miopia 300x200 - Definição

Estas três perturbações da visão, aqui não se trata de doenças, estão ligadas a uma deficiente «focagem» das imagens sobre a retina.

Que significa esta palavra «focagem», habitualmente utilizada pelos fotógrafos? A focagem, no caso dos olhos, é a reprodução exata mas reduzida das imagens exteriores sobre a retina; esta representação é, aliás, invertida: um homem, por exemplo, é representado de cabeça para baixo, mas o cérebro restabelece o bom senso. O que mais conta é a nitidez dos contornos; e esta é devida ao facto de o olho normal reproduzir o objeto no ponto exato em que ele deve ser reproduzido, isto é, sobre a retina, alargamento do nervo ótico.

Todos os estudantes fizeram a experiência de concentrar os raios de sol através de um vidro de relógio e de recolher a imagem sobre uma folha de papel. Sabemos bem que há uma distância precisa e variável segundo a curvatura do vidro para que a imagem do Sol fique reduzida a um ponto… que por vezes queima a folha. Acontece o mesmo com o olho normal, que é feito de meios transparentes equivalentes ao nosso vidro: a córnea, o humor aquoso, o humor vitreo, o cristalino.

Mas se estes meios — o tal «vidro de relógio» — forem demasiado curvos ou, inversamente, demasiado planos, é compreensível que a imagem perfeita se vá formar diante ou por trás da retina; e estamos assim perante um míope ou um hipermetrope. Em qualquer dos casos, a imagem recebida será pouco nítida.

Quanto à presbitia, é, de certo modo, uma hipermetropia relacionada com a idade. Por volta dos cinquenta anos, em geral, os meios transparentes do olho, e sobretudo a córnea, endurecem, alteram a curvatura do olho, e voltamos ao caso precedente.

Modo de emprego

Acupuncture1 266x300 - Modo de emprego

Não se trata, certamente, de uma doença aguda; por isso convém estimular os pontos principais, em particular, durante alguns minutos, de manhã e à noite, através de massagem, ou de agulha, ou de eletricidade.

Um sinal de eficácia é a obtenção de uma sensação de adormecimento no olho.

O efeito é obtido, e podemos assim retardar e reduzir as deformações da curvatura ocular.

Tratamento habitual

Hand holding 300x200 - Tratamento habitual

É conhecido desde há muito: é a utilização de lentes corretoras, lentes côncavas para o olho míope, lentes convexas para o olho hiper-metrope ou presbita, que restabelecem artificialmente a focalização da imagem. Os óculos, que as incorporam, fazem parte do nosso ambiente quotidiano.

Há já muitos anos que as lentes são colocadas junto do olho: são as lentes de contacto, que inicialmente eram difíceis de aplicar e mal toleradas, mas que se tornaram cada vez mais práticas e de fácil aplicação.

É certo que o futuro está no aperfeiçoamento destes «contactos», tanto na matéria de que são fabricados (plásticos, silicone) como na sua moldagem, que corrige a mínima anomalia da visão.

Mas acontece que, há algum tempo, se vem procurando ir até à própria natureza da perturbação, e alguns cirurgiões audaciosos «aplainam», por assim dizer, o próprio olho, a fim de lhe corrigir os defeitos de curvatura. Estas intervenções ainda são amplamente experimentais, mas representam, sem qualquer dúvida, um dos caminhos do
futuro que talvez venham a libertar o indivíduo da sujeição a óculos que aquecem, se embaciam, irritam, se perdem, etc, numa palavra, que não passam de próteses.

Lugar do nosso tratamento

cirurgia1 300x200 - Lugar do nosso tratamento

Trata-se de perturbações em relação às quais os nossos pontos de estimulação parecem não ter —à primeira vista, podemos dizê-lo! — nenhum papel a desempenhar. E, todavia, as operações que referimos acima mostram bem que a perturbação é orgânica e suscetível de melhoras.

É a este nível que podemos agir, atenuando uma perturbação da visão, especialmente na criança, retardando a idade da presbitia na idade madura.

Miopia, presbitia, hipermetropia | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com