Category Archives: Sistema nervoso

Modo de emprego

Acupuncture1 266x300 - Modo de emprego

Trata-se de uma situação de grande urgência, os minutos contam.

É preciso, evidentemente, evacuar o doente para o hospital mais próximo, o mais depressa possível, e enquanto tal não acontece, no local onde ele se encontra, estimular os pontos por todos os meios à nossa disposição, massagem, descarga elétrica ou picada enérgica com uma ponta metálica.

Estimule fortemente.

Podemos ter a sorte de ver o doente sair do coma e chegar em melhores condições ao hospital.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Sendo todos igualmente importantes, dividem-se da seguinte forma:

Pontos na origem das lesões e pontos ao nível das lesões.

1) Pontos na origem: Nas hemiplegias (paralisia de metade do corpo), estes pontos estão situados sobre
o crânio:

O mais importante, no topo deste, na junção da linha mediana e daquela que passa pelas duas orelhas: um outro, na nuca, no rebordo posterior do crânio, no meio deste.

Nas paraplegias (paralisia das duas pernas), o ponto está situado na região lombar, por cima do osso sacro, sob a última vértebra sensível ao dedo (quarta vértebra lombar).

Nas polinevrites, o ponto está situado sobre o lado exterior da barriga da perna, adiante da cabeça do perónio.

2) Pontos ao nível das lesões: Para o ombro, a meio do declive deste:

Para o braço, na extremidade exterior da dobra do cotovelo;

Para o antebraço, a meio deste (do lado do dorso da mão), a meia distância entre

Os seus bordos e as dobras do cotovelo e do pulso;

Para a mão, sobre o dorso da mão;

Para os dedos, ao longo destes;

Para a anca, por trás da cabeça do fémur;

Para a coxa, ao meio das faces anterior e posterior;

Para a perna, adiante da cabeça do perónio;

Para o pé, a meio da dobra dorsal do pé e do dorso deste;

Para os dedos do pé, na base destes.

Definição

INCLUSÃO MOTORA 300x225 - Definição

A paralisia é a abolição da motricidade numa ou várias partes do corpo.

Esta abolição está ligada a uma interrupção do funcionamento nervoso motor; pode ter a sua origem numa afeção do sistema nervoso em todo o seu trajeto, desde o cérebro, onde se encontram zonas especializadas (áreas motoras) correspondentes às diversas partes do corpo, até à extremidade da arborização terminal nervosa. É assim possível conceber a extrema diversidade das doenças que as causam, cuja descrição é de molde a encher vários volumes de medicina. Por isso, contentar-nos-emos com descrever as suas formas principais, porque a aplicação da nossa terapêutica depende do sector atingido, e não propriamente da causa.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Neste caso, trata-se sobretudo de zonas que devem ser massajadas regularmente:

A primeira é a dobra do pulso

A segunda sobre o ventre, na linha mediana entre o tórax e o umbigo.

A terceira é um ponto situado sobre o crânio, no seu ponto mais alto, no cruzamento da linha mediana e de uma linha que passa pelo alto das duas orelhas.

Os pontos

meridian image1 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios;

Os principais:

O primeiro está situado no alto do crânio (o ponto mais alto do corpo) e na junção da linha mediana e da que passa pela parte superior das orelhas.

O segundo sobre o lábio superior, na junção dos dois terços superiores e do terço inferior.

Os acessórios:

O primeiro está situado na raiz do nariz, entre as sobrancelhas.

O segundo na ponta do esterno.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Existe um ponto comum a todas as intoxicações e outros mais específicos para cada uma.

Os pontos específicos:

Para as drogas: um estudo feito em Tolosa demonstra o interesse de dois pontos a estimular eletricamente:

Um sobre o rebordo posterior do crânio, a dois dedos da implantação da orelha;

O outro na raiz do nariz;

Para o álcool: um ponto situado na ponta do nariz, o «Pitchun».

Para o tabaco: toda uma zona que rodeia a raiz do hélix, sobre a orelha.

Causas

21052012 esquzofreniaFotoMarcosSantos004 300x200 - Causas

As ideias sobre as doenças mentais têm, como sempre, evoluído segundo as diferentes épocas.

Após uma fase em que tudo era orgânico, e durante a qual se procuraram lesões em zonas precisas do cérebro, foram responsabilizadas perturbações psicológicas puras ligadas ao meio individual e social.

Hoje, regressa-se ao orgânico com a descoberta de perturbações de funcionamento das células do cérebro: os neurónios. Como sempre acontece, cada período contribuiu com a sua parte de verdade.

Por vezes, bastante raramente, é certo, lesões anatómicas do cérebro (tumores, por exemplo) traduzem-se por uma psicose. Também o ambiente tem o seu papel, ainda que este não seja determinante, e uma família que dê segurança é um bom fator de cura para um doente mental.

Mas os progressos mais importantes foram avançados pelo estudo da química do cérebro, e sobretudo desses famosos «mediadores» que transmitem o influxo de um a outro neurónio.

É quase certo que a esquizofrenia se faz acompanhar de uma perturbação da secreção das endorfinas, essas morfinas naturais antidor que o cérebro segrega, em particular sob a ação da acupunctura.

E isso não é mais do que o início de uma pesquisa árdua, mas prometedora.

Sistema nervoso | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com