Tag Archives: Afeções

Evolução

como eliminar gases intestinais 1 300x183 - Evolução

Não seria possível encarar Uma evolução comum para afeções tão diversas. Observemos simplesmente que as úlceras podem trazer complicações graves como as hemorragias e as perfurações. Notemos também que a úlcera do estômago pode tornar-se cancerosa, mas nunca a do duodeno.

Pelo contrário, as gastrites e as hérnias hiatais fazem dos doentes eternos «escravos» do estômago.

Modo de emprego

Acupuncture11 266x300 - Modo de emprego

Como em todas as afeções agudas, quando se trata de um torcicolo, estimule energicamente até ao desaparecimento da dor e recomece sempre que necessário.

Esta estimulação pode ser realizada de diferentes maneiras, quer manualmente, quer através da utilização de agulhas. Na China usam-se até injeções de vitaminas ao nível dos pontos.

Nas dores crónicas, convém estimular os pontos durante cinco minutos, duas a três vezes por dia.

Formas e causas

PC190018 300x225 - Formas e causas

Entre a infinita variedade das afeções nervosas encontramos, todavia, grandes quadros que resumem a maioria dos casos e que passamos a descrever, com as suas causas:

1) As hemiplegias: trata-se da paralisia de uma metade, direita ou esquerda, do corpo. A hemiplegia é geralmente consequência de uma perturbação que ocorre numa artéria do cérebro: ou então esta sangrou (hemorragia cerebral), ou ficou bloqueada (trombose);

2) As paraplegias: trata-se de uma paralisia da metade inferior do corpo, dos dois membros inferiores.
A sua causa é uma afecção da espinal medula, muitas vezes devido a um acidente. A medula está cortada, logo os nervos das pernas deixam de funcionar. Estão-lhe frequentemente associadas perturbações da evacuação da bexiga ou do intestino;

3) As polinevrites: o ataque situa-se ainda mais abaixo, não afetando senão a extremidade da perna e o pé. O doente caminha lançando o pé para a frente; diz-se, por analogia com a forma de caminhar do cavalo, que ele trota.
A causa é geralmente tóxica, e entre os tóxicos mais frequentemente em causa encontra-se, infelizmente, o álcool;

4) Os ataques difusos: estes afetam regiões diferentes do corpo, uma mão e uma perna, por exemplo. A doença típica que cria estas situações é a terrível esclerose em placas, que destrói o cérebro e a medula por meio de placas espaçadas que, portanto, dão origem a paralisias difusas e irregulares. A causa exata desta doença é desconhecida; atualmente atribuiu-se as culpas a vírus «lentos», que se fixariam sobre os nervos na infância e os destruiriam aos poucos.

Tag "Afeções" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com