Tag Archives: Cólicas

Formas e evolução

o ABDOMINAL PAIN facebook 300x150 - Formas e evolução

As cólicas nefríticas assemelham-se umas às outras. Após horas de sofrimento, o doente acalma e só se mantém uma sensação dolorosa semelhante à de uma contusão. Mas, infelizmente, na maior parte dos casos, a dor regressa, igualmente intensa, e a situação vai continuar de crise em crise, até que o cálculo responsável desça até à bexiga donde é depois expulso com mais facilidade para o exterior.

Apesar da violência da dor, mais vale uma crise muito evidente, que faz descer o cálculo, do que crises menos severas, nas quais o uréter e seguidamente as vias urinárias superiores se deixam distender, pondo em perigo o próprio rim.

Modo de emprego

Acupuncture11 266x300 - Modo de emprego

Nas perturbações benignas, massaje regularmente ao meio-dia e à noite durante uns dez minutos, por altura das digestões. Desaparecerão assim muitas «dispepsias».

Nas crises graves ou dolorosas (cólicas hepáticas em particular), estimule intensamente os quatro pontos, sobretudo o último assinalado, por todos os meios. Podem mesmo ser deixadas agulhas em permanência durante vários dias, ou ser colocada no local uma estimulação eléctrica até ao desaparecimento da dor.

Sinais

dreamstime m 18581258 300x244 - Sinais

As doenças da vesícula biliar são reveladas por três grupos de sintomas:

— Febre;

— Dor;

— Perturbações digestivas, mais ou menos associados, conforme os casos.

A eles se acrescenta, por vezes, um sinal inconstante, a icterícia.

• A FEBRE é geralmente muito irregular, com acalmias e acessos a 40°; esta febre é dita pseudopalustre porque evoca frequentemente o acesso de paludismo, essa doença tropical marcada por uma sucessão de arrepios, temperatura elevada e suores abundantes.

• A DOR é de dois tipos principais:
— Ou surda, pesada, como se se tivesse uma pedra sobre as costelas;
— Ou, pelo contrário, muito aguda, arrancando gritos ao doente, em forma de espasmos e de cólicas da mesma região.
Mas em ambos os casos as dores têm um elemento comum. Sobem pelas costas, do lado direito, e vão alojar-se sob a omoplata. A irradiação á omoplata assinala, em quase todos os casos, a origem vesicular.

• Quanto às perturbações digestivas, são múltiplas: diarreia ou, pelo contrário, obstipação, náuseas e vómitos; a aerofagia e o inchaço do ventre, acompanhado de gases, também são, muito frequentemente,
consecutivos a uma doença da vesícula;

• Finalmente, a ICTERÍCIA pode estar ligada a uma afecção vesicular num caso muito particular: quando um cálculo vem entupir o canal de escoamento da bílis, o colédoco; é essa a causa principal, mas não a única, das «icterícias por retenção».

Tag "Cólicas" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com