Tag Archives: Contrações

Tratamentos habituais

550px Get Rid of Tonsil Stones Step 5 preview3 300x169 - Tratamentos habituais

Estes dividem-se entre terapêutica, médicas e cirúrgicas.

— As colecistites exigem frequentemente um tratamento antibiótico massivo.

— Os cálculos e as suas complicações eram até há poucos anos apanágio exclusivo da cirurgia. Há pouco tempo surgiram produtos que desfazem os cálculos na vesícula, mas só se se tratar de cálculos de colesterol, e tais medicamentos nem sempre são bem tolerados.

— Quanto às discinesias, a sua existência arrastou consigo, por assim dizer, a criação de um enorme mercado de produtos farmacêuticos ditos «coléritos» que se propõem excitar ou retardar as contrações
do órgão. Na realidade, o que convém é um método que harmonize os movimentos da vesícula e os medicamentos dificilmente o conseguem.

— A crise de cólica hepática necessita da utilização de calmantes muito
poderosos em pílulas, supositórios ou injeções.

Formas e sinais

97779074 4x3 300x225 - Formas e sinais

A cor, a natureza e o odor do corrimento merecem ser estudados muito cuidadosamente.

É simplesmente branco, mais ou menos gelatinoso, amarelado ou esverdeado, inodoro ou fétido?

Há que ter em conta dois outros aspectos importantes:

• Em que momento do ciclo ocorrem as perdas? Durante todo o tempo ou em apenas alguns momentos do ciclo?

• Quais são os sinais que as acompanham? Dores, febre, contrações, pruridos, podem orientar-nos em relação às causas certas.

Formas e causas

linfaticoshigado 300x245 - Formas e causas

Os sintomas vesiculares que descrevemos acima agrupam-se de uma maneira diferente segundo as doenças que afetam a vesícula.

Essas doenças podem agrupar-se em três categorias:

— As infecções da vesícula ou colecistites;

— As perturbações do funcionamento vesicular ou discinesias;

— Os cálculos vesiculares e as suas complicações.

As colecistites são devidas à invasão da vesícula pelos germes intestinais. São elas que provocam os maiores acessos febris. Por vezes, a colecistite está supurada, impondo medidas urgentes, tanto médicas
como cirúrgicas.

As discinesias são consequência de deficientes contrações do órgão que, como todos os músculos, se deve contrair para expelir o seu conteúdo. As contrações podem ser insuficientes ou, pelo contrário, excessivas, ou ir alternadamente de um extremo ao outro, o que é o caso mais frequente.

Mas o maior problema é o dos cálculos biliares. Estes cálculos estão presentes em volume e em número extraordinariamente variáveis.

Alguns são enormes, com várias gramas, ocupando todo o interior do órgão; outros são minúsculos e numerosíssimos, constituindo a lama biliar.

Além das perturbações de funcionamento que provocam, os cálculos podem migrar nas vias biliares, desencadeando uma cólica hepática, ou ficarem aí bloqueados, provocando uma icterícia por retenção.

Causas

benefícios da banana 1024x1024 300x300 - Causas

1) A obstipação atónica é, já o dissemos, secundária a uma «carência» do ânus, aquilo que é designado por disquesia rectal. É aí que estão incluídas as causas ditas de civilização: refeições irregulares em volume em horário, demasiados alimentos «ricos», carnes, doces, molhos, insuficiente bebida, exercício insuficiente; tudo isto contribui para «esbater» o reflexo de defecação, que o organismo acaba por «esquecer». A isso se acrescenta todo um segundo plano psicológico: a ansiedade «aperta» os esfincteres, as pessoas inquietas têm tendência para «guardar» as fezes, tal como o resto. Freud construiu toda uma parte da sua teoria sobre o «estádio anual», cuja ultrapassagem representa um dos estádios do desenvolvimento do ser.

E além disso, há outras causas mais prosaicas: quem poderá dizer o número de obstipados que surgiram na sequência da substituição de instalações sanitárias «à turca» por retretes «à inglesa», devido ao abandono de uma postura fisiologicamente mais favorável.

2) A obstipação espasmódica vem mais na sequência de uma afecção do intestino grosso, isto é, uma colite. O nome de Colite é uma generalização que encobre uma infinidade de causas muito diversas. Tentemos analisar um pouco a questão.

As colites podem ser secundárias:

• Um tumor benigno ou maligno; é sempre o que se deve pensar perante uma prisão de ventre recente;

• A parasitas: amibas, cândida, vermes, etc;

• Ou, com uma.frequência cada vez maior, a uma verdadeira intoxicação por antibióticos administrados em excesso ou durante um período demasiado longo.

Mas, geralmente, as colites são de origem «nervosa». Designadas como colites espasmódicas ou colopatias funcionais, são então um dos «espelhos da alma», e as contrações alternam com um atraso do trânsito, que explica a obstipação.

Tag "Contrações" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com