Tag Archives: Cotovelo

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro sobre o bordo do indicador virado para o polegar, a seguir à primeira articulação do dedo.

O segundo sobre o lado exterior da barriga da perna, 10 cm abaixo da dobra do joelho. Podemos também considerar que este ponto se encontra na junção do terço superior e dos dois terços inferiores da perna.

Os acessórios:

Um na extremidade exterior da dobra do cotovelo.

O outro sobre o ventre, a dois dedos abaixo do umbigo.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado sobre o rebordo posterior do crânio, numa chanfradura situada atrás da orelha.

O segundo na extremidade exterior da ruga de flexão do cotovelo.

Os acessórios:

O primeiro está situado no ângulo formado pelo prolongamento do primeiro e do segundo dedos do pé.

O segundo sobre o lado exterior da barriga da perna, a uma mão abaixo da ruga de flexão do joelho.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado sobre a parte anterior da coxa, a uma mão acima do ângulo exterior da rótula.

O segundo sobre o bordo exterior do antebraço e a três dedos da dobra do cotovelo.

Os acessórios:

O primeiro sob o esterno, entre os seios.

O segundo, a dois dedos abaixo do mamilo, o «bico» do seio.

 

Sinais e formas

4 DSC03926 300x225 - Sinais e formas

No cotovelo encontram-se, na realidade, quatro unidades distintas.

A própria articulação do cotovelo, isto é, a ligação entre o úmero (osso do braço), o rádio e o cúbito (ossos do antebraço). E também uma segunda articulação entre os dois ossos do antebraço, situada abaixo da dobra do cotovelo, no lado do antebraço virado para o polegar.

Finalmente, e poderíamos dizer sobretudo, há duas falsas articulações. Estão situadas na extremidade do osso do braço sobre duas espécies de promontórios ósseos que recebem os nomes pouco graciosos de epitróclea, do lado do dedo mínimo, e epicôndilo, do lado do polegar.

A estes dois relevos vem ligar-se um número incrível de músculos, os que fazem mexer a mão. Ainda aqui estamos em presença de um verdadeiro emaranhado de músculos, tendões e bolsas de articulação, que têm o nome científico de bolsas sinoviais.

Tudo isto se pode inflamar, sobretudo do lado do polegar, levando ao que se designa por epicondilite, mais conhecida pelo nome inglês de tennis elbow, porque ocorre com frequência nos jogadores de ténis.
Mas não só neles, os jogadores de golfe e mesmo da inofensiva malha, as pessoas que fazem gestos profissionais repetidos, cesteiros, telefonistas de P. B. X. ou muito simplesmente a dona de casa que carrega um saco demasiado pesado, são igualmente afetados. O doente só sofre com certos movimentos, dando a volta ao fecho de uma janela, por exemplo, mas nesse momento a dor, agudíssima, obriga-o a largá-lo.

Tag "Cotovelo" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com