Tag Archives: Doente

Formas e causas

PC190018 300x225 - Formas e causas

Entre a infinita variedade das afeções nervosas encontramos, todavia, grandes quadros que resumem a maioria dos casos e que passamos a descrever, com as suas causas:

1) As hemiplegias: trata-se da paralisia de uma metade, direita ou esquerda, do corpo. A hemiplegia é geralmente consequência de uma perturbação que ocorre numa artéria do cérebro: ou então esta sangrou (hemorragia cerebral), ou ficou bloqueada (trombose);

2) As paraplegias: trata-se de uma paralisia da metade inferior do corpo, dos dois membros inferiores.
A sua causa é uma afecção da espinal medula, muitas vezes devido a um acidente. A medula está cortada, logo os nervos das pernas deixam de funcionar. Estão-lhe frequentemente associadas perturbações da evacuação da bexiga ou do intestino;

3) As polinevrites: o ataque situa-se ainda mais abaixo, não afetando senão a extremidade da perna e o pé. O doente caminha lançando o pé para a frente; diz-se, por analogia com a forma de caminhar do cavalo, que ele trota.
A causa é geralmente tóxica, e entre os tóxicos mais frequentemente em causa encontra-se, infelizmente, o álcool;

4) Os ataques difusos: estes afetam regiões diferentes do corpo, uma mão e uma perna, por exemplo. A doença típica que cria estas situações é a terrível esclerose em placas, que destrói o cérebro e a medula por meio de placas espaçadas que, portanto, dão origem a paralisias difusas e irregulares. A causa exata desta doença é desconhecida; atualmente atribuiu-se as culpas a vírus «lentos», que se fixariam sobre os nervos na infância e os destruiriam aos poucos.

Formas

psoriase 300x225 - Formas

Sendo estas extremamente variadas, descreveremos aquilo que se vê na mais frequente destas doenças, a psoríase.

Nela encontramos, na maioria dos casos, placas mais ou menos grandes, geralmente isoladas, que afetam certas regiões do corpo, cotovelos, joelhos, mas que geralmente não «fazem comichão».

Por vezes, as placas estendem-se, reúnem-se, cobrem quase todo o corpo do doente. Este vai perdendo escamas abundantemente: encontramo-las na sua roupa, na cama etc.

Noutros casos, a psoríase só afeta uma parte do corpo: palma das mãos e planta dos pés ou couro cabeludo (é uma das raras psoríases que provocam prurido), ou então destroem as unhas.

Nessas formas limite, o diagnóstico é difícil com outras doenças da pele (líquen plano, etc).

Formas e sinais

2147552 6887 rec1 200x300 - Formas e sinais

As náuseas associadas por vezes a alguns vómitos, que ocorrem durante a gravidez, são coisas tão frequentes que podemos dizer que fazem parte dos seus sintomas iniciais. Eventualmente, até acontece que uma mulher que não sabia que estava grávida possa ser alertada por elas.
Trata-se, geralmente, de um mal-estar matinal. A futura mãe sente-se «enjoada», com vertigens, incomodada ao levantar. Esse estado vai melhorando durante o dia. E, de um modo geral, os sintomas desaparecem quase sempre depois do terceiro mês de gravidez.

Mas também acontece que, por vezes, a situação agrava-se:

— A doente não deixa de vomitar durante os nove meses;

— Ou então esses vómitos, pela sua abundância e repetição, põem em perigo a saúde e até mesmo a sua vida. É a essa situação que nos referimos quando falamos dos vómitos graves, «incoercíveis», da gravidez.

 

Sinais e formas

SammysEczema 300x200 - Sinais e formas

Do ponto de vista da extensão, encontra-se de tudo, desde a pequena «placa» de eczema que não vai além de 1 cm2, situada em qualquer sítio, até ao eczema generalizado que atinge a quase totalidade da pele.

Certas localizações são particularmente incómodas, as que afetam o rosto, por exemplo, ou dolorosas, como as que atingem as regiões genitais.

É sobretudo no plano das formas que existem todos os graus entre o eczema seco, que produz crostas e fissuras, e, pelo contrário, o eczema húmido, que deixa escorrer um humor amarelado.

Os eczemas podem infectar ou, pelo contrário, esclerosar: é frequentemente o caso do eczema envelhecido, dito «liquenificado».

Mas, em qualquer dos casos, existe um ponto comum: as comichões que, segundo a importância da erupção, variam entre o incómodo passageiro e a tortura permanente, que põe em perigo o equilíbrio e a vida do doente.

Formas

am 227888 3187279 374501 300x225 - Formas

O doente começa a sofrer, por vezes desde muito jovem, na sequência de um esforço feito em má posição. Quis apanhar qualquer coisa, deslocar um objecto pesado, etc. Sentiu uma verdadeira «facada nos rins» e ficou «paralisado». É o lumbago agudo, que faz o doente ficar «derreado».

O doente fica imobilizado, deixa de poder dar um passo. Este acidente dura alguns dias, ou mesmo algumas semanas. Depois, espontaneamente, regressa-se lentamente à normalidade.

Mas, na maior parte dos casos, o acidente recomeça; o doente fica novamente imobilizado, daí a mais ou menos tempo.

E, de lumbago agudo em lumbago agudo, o doente transforma-se num lombálgico crónico, que está sempre com dores, particularmente de manhã, ao levantar, e que, de vez em quando, fica imobilizado.

Não se imagina, além dos sofrimentos pessoais, o prejuízo económico provocado por estas perturbações. É uma das causas principais das interrupções de trabalho e dos défices dos organismos da previdência social.

Modo de emprego

Acupuncture12 267x300 - Modo de emprego

Numa doença tão tenaz, há que ser perseverante. Com a massagem digital, repetir as intervenções durante alguns minutos, duas a três vezes por dia.

A estimulação contínua merece ser experimentada.

Será assim possível obter a sedação de uma crise e, modificando a evolução da doença, melhorar o estado do doente.

Lugar da nossa terapêutica

acupuntura estetica1 300x2252 300x225 - Lugar da nossa terapêutica

Assim, o seu lugar não vai além de um tratamento de urgência, mas por isso mesmo reveste-se de uma importância considerável.

Com efeito, é frequente uma estimulação enérgica poder fazer sair o doente do coma; um pormenor pitoresco vem documentar essa possibilidade: a origem da expressão croque-mortK Quando havia dúvidas sobre a morte de um indivíduo que se encontrava em coma, o indivíduo a cargo do qual estava o enterro mordia-lhe com toda a força o dedo mínimo. Quando ainda havia vida nele, o doente ressuscitava.

Um dos nossos pontos situa-se precisamente a esse nível.

Sinais e formas

come curare la tosse secca 6ae1c27405d2f8eaee08cbb7e1dd673b 300x200 - Sinais e formas

Toda a gente já tossiu, tosse ou tossirá.

A tosse apresenta formas diferenciadas: tosse em acesso, «de cão», espasmódica, coqueluchóide, por ser aquela que encontramos na tosse convulsa, ou coqueluche, com a sua inspiração especial, «o canto do galo».

É também interessante saber que há tosses produtivas ou não, tosses secas ou húmidas, em suma, tosses que fazem ou não expectorar.

Regra geral, as que fazem expectorar não devem ser acalmadas porque são úteis. Pelo contrário, as tosses «secas», que esgotam o doente, devem ser atenuadas.

Tratamento habitual

egyption magic 300x240 - Tratamento habitual

No eczema alérgico, há que fazer um esforço para determinar a causa que o faz desencadear, a fim de afastar dela o doente (mudança de trabalho, de detergente, de cosmético), ou, se necessário, dessensibilizá-Io com pequenas doses de produtos; é o que fazem os alergologistas.

Mas é preciso ter conhecimento de que este trabalho é muito longo e muitas vezes decepcionante, porque existem diferentes factores de alergia, e assim que o doente fica dessensibilizado em relação a um deles, pode tornar-se sensível a um outro produto.

No eczema atópico, como já vimos, não há causas detectáveis. Assim, na maioria dos casos, há que tentar acalmar a inflamação; o anti-inflamatório mais conhecido é a cortisona e os seus derivados, utilizados por via geral (comprimidos, injeções) ou por via local (pomada, loção).

Mas trata-se de uma arma temível. É certo que ao seu emprego se seguem geralmente melhoras espetaculares, mas sobretudo também uma «reação» perigosa após o termo do tratamento e complicações de toda a ordem.

Tag "Doente" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com