Category Archives: Dores

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

A sua utilização deverá ser feita após uma análise rigorosa da dor de cabeça.

Existe um ponto que pode ser utilizado em qualquer dos casos: está situado por trás da cabeça, ao longo do rebordo do occipital, numa pequena concavidade, a três dedos da orelha.

Massajá-lo energicamente produz uma sensação de adormecimento que se espalha progressivamente por toda a cabeça e faz desaparecer a dor.

Mas este ponto deve ser absolutamente associado a pontos variáveis conforme a região da cabeça atingida.

Se se trata da testa e das têmporas, o ponto está situado sobre o lado do antebraço, a uma mão acima do pulso, no sitio onde bale a artéria que dá pulsação. Esse ponto tem uma ação cruzada: deve ser estimulado o ponto da direita se a dor está do lado esquerdo, e vice-versa.

Se se trata do alto da cabeça, o ponto esta situado sobre o lado externo da barriga da perna, a uma mão acima da ponta do tornozelo.

Se se trata da nuca, o ponto está situado sobre a parte lateral da mão que prolonga o dedo mínimo, no sítio onde termina a linha da vida. Este ponto tem uma ação cruzada: mão esquerda para uma dor de nuca à direita, e vice-versa.

Causas

zithromax14n 1 web 300x200 - Causas

Sâo numerosas e diversas.

A simples pontada é devida a uma contração violenta do baço, na sequência de um esforço muscular (os atletas da Grécia extraíam este órgão, dai a expressão francesa: «correr como se não tivesse baço»).

Mas as dores do peito têm frequentemente um significado muito mais temível; podem ter como causa uma afecção da pleura ou do pulmão.

Com uma frequência ainda maior, o coração é responsável, sobretudo o seu sistema circular, as artérias coronárias; o seu espasmo provoca a crise de angina de peito, cuja forma típica é uma dor em barra, que atravessa o tórax e desce pelo braço esquerdo.

Na nevralgia intercostal, a dor semicircular contorna o peito. Pode ser causada por uma fractura da costela, ou por uma doença eruptiva, a zona, que ai tem a sua localização mais frequente, ou, por vezes, muito simplesmente, por deslocação de uma vértebra dorsal que comprime um nervo intercostal e se faz sentir até à região anterior do peito.

O que acima foi referido evidencia como a multiplicação destas causas necessita de um atento exame médico.

Evolução e tratamento habitual

550px Get Rid of Tonsil Stones Step 5 preview3 300x169 - Evolução e tratamento habitual

A evolução, como é óbvio, depende largamente da causa e o tratamento habitual é muito diferente, segundo se trata de uma angina de peito ou de uma pleurísia.

Mas não é este o melhor lugar para entrarmos em pormenores.

Pelo contrário, as nevralgias intercostais, sejam quais forem as suas causas, não têm praticamente tratamento para além dos calmantes e antiálgicos.

Tratamentos habituais

aspirina1 300x211 - Tratamentos habituais

Infelizmente, são à base de produtos químicos, sempre tóxicos e muitas vezes perigosos devido à sua repetição; além da banal aspirina, raramente suficiente e que, aliás, não está isenta de inconvenientes, há outras substâncias mais ativas: anti-serotonina, derivados da cravagem do centeio, etc, podem ter efeitos temíveis.

Os pontos

meridian image2 300x176 - Os pontos

Um principal, dois acessórios:

O principal:

Sobre o dorso do antebraço, a cerca de metade do seu comprimento.

Os acessórios

Há dois:

Um sobre a ponta da última costela (décima segunda), costela flutuante. Encontramo-la passando a mão ao longo do rebordo inferior do tórax.

O segundo sobre o lado interno da perna, no ângulo da tíbia, sob o joelho.

Sinais e formas

1413980 86105267 menor 300x220 - Sinais e formas

Todas as doenças dos dentes, do nariz, dos seios faciais podem manifestar-se através de uma dor na face. Mas a forma mais específica das dores da face é a nevralgia facial, ligada à afecção do nervo trigémeo.

Por que é que este nervo tem um nome tão curioso? Porque, sendo aquele que dá sensibilidade à face, divide-se em três ramificações que emergem na pele em três pontos situados quase numa vertical, junto à
extremidade interna da sobrancelha, sob o olho e sobre a parte lateral do queixo.

Cada um destes «três gémeos» pode ser afetado pela doença, ou todos ao mesmo tempo.

Na forma típica, a nevralgia facial não engana; trata-se de um relâmpago doloroso, um verdadeiro flash como o dos fotógrafos, que segue muitas vezes o afloramento de uma zona dita «gatilho», trigger zone em inglês, sobre a maçã do rosto, as gengivas ou o nariz. A dor dura alguns segundos, mas que segundos!

Ela impede o infeliz doente de comer, de lavar os dentes, até mesmo de falar ou de rir. Pelo contrário, geralmente, entre duas crises (mas elas repetem-se, por vezes, com uma tão grande frequência!), não existe qualquer dor. Todavia, há que realçar que, noutros casos, existem dores menos intensas, mas
contínuas, que muitas vezes se fazem acompanhar de uma vermelhidão da face.

Dores | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com