Tag Archives: Fígado

Definição

colelitiasis 300x188 - Definição

A vesícula biliar, essa pequena bolsa pendurada sob o fígado, desempenha na alimentação o mesmo papel de uma barragem na irrigação das culturas.

Com efeito, o fígado fabrica constantemente bílis, mas a presença desta só é necessária no momento da digestão, daí a necessidade de um armazenamento num órgão reservatório que a retém quando ela não é útil e a liberta quando tal se torna necessário.

Esse pequeno órgão é a vesícula biliar, a bolsa de fel dos antigos, que está ligada ao fígado e ao intestino por um conjunto complexo de canais.

A patologia desses canais é mais ou menos idêntica à da vesícula biliar; por isso pode ser estudada em bloco com ela.

Definição

Dôr de Barriga1 300x200 - Definição

Todas as dores cuja origem está no estômago e, podemos acrescentar, na primeira parte do duodeno, «o bulbo» em terminologia radiológica. Estas dores são geralmente sentidas na «boca do estômago», em termos científicos, o epigastro. Todavia, convém realçar duas coisas:

— Primeiro, as perturbações da primeira parte do intestino delgado, que se chama duodeno, e do piloro, zona fronteira entre o estômago e o intestino, produzem praticamente os mesmos sintomas que as do estômago, e podem ser confundidas com elas;

— Além disso, numerosos órgãos do ventre, e mesmo do tórax, podem «fazer doer» o epigastro; a vesícula biliar, o fígado, o pâncreas, até mesmo o coração e a pleura.

Por isso é sempre preciso consultar um médico a fim de se poder saber qual a causa real.

Formas e evolução

4018114330 5368b43a82 o 225x300 - Formas e evolução

Geralmente, a hepatite infecciosa é benigna e cura-se sem deixar traços entre quinze dias e três semanas.

Mas é frequente a permanência da coloração amarela durante muito tempo, e durante ainda mais tempo persiste uma sensação de intensa fadiga.

A par desta forma habitual, há icterícias graves marcadas sobretudo por hemorragias, e que matam.

Há também formas crónicas nas quais o fígado é destruído progressivamente e que, muitas vezes, também levam à morte.

Causas

severe vomitting cause preterm labor 238x300 - Causas

São esses casos que merecem um estudo atento, porque então o vómito é a tradução de uma doença séria:

• Ou de origem digestiva, úlcera, cancro do esófago ou do estômago, apendicite, colecistite, «ventres agudos» cirúrgicos;

• Ou de origem geral, infeções, envenenamentos, diabetes, ureia, acetona na criança pode ser a sua causa;

• Ou de origem «nervosa» no seu sentido amplo, reflexo, se quisermos, assim, os vómitos repetidos podem ser sinal de miningite ou de perturbações do equilíbrio, ou então têm uma origem psicológica, como na anorexia mental, essa curiosa doença da jovem que procura emagrecer a todo o preço.

Mas, felizmente, a grande maioria dos casos não tem nada a ver com essas temíveis causas, e trata-se simplesmente de uma indigestão.

Uma «boa» indigestão não é mais do que um incidente passageiro na sequência de uma «comezaina» bem regada; traduz-se por vómitos, por vezes febre, é o «desarranjo gástrico febril», célebre na medicina
militar.

Mas também me pode perguntar o leitor: «E então a crise de fígado?»

Ora bem, muito simplesmente, ela não existe. É uma tradição francesa, e unicamente francesa. Sob este nome esconde-se geralmente uma enxaqueca, doença hereditária e alérgica. É a cabeça que faz mal ao fígado, e não o inverso.

Sinais e formas

Massagem Para Dores de Cabeça 2 300x199 - Sinais e formas

Mesmo assim delimitada, a questão permanece muito ampla. Qual de nós nunca teve uma dor de cabeça?

Mas esta dor apresenta-se sob múltiplos aspectos.

Para começar, em múltiplos locais: dor em toda a cabeça, na testa, nas têmporas, na nuca, irradiada para os olhos, o pescoço, etc.

E também sob múltiplas formas: dor pulsátil, com ardor, surda ou, pelo contrário, como se a cabeça fosse «rebentar».

Finalmente, com múltiplos acompanhamentos: nariz tapado, vertigens, mas sobretudo náuseas e vómitos, o que está na base da famosa «crise de fígado» tão cara aos Franceses e que, na verdade, nunca existiu, porque é o fígado ou pelo menos as vias biliares que sofrem com a cabeça, e não o contrário.

Mas entre todas as formas, uma delas impõe-se: é a enxaqueca verdadeira. Segundo uma estatística recente, ela atingiria 25% da população. Vemos assim a sua importância social e económica, porque dá origem a uma enfermidade «intermitente», certamente, mas que nem por isso deixa de ser uma enfermidade.

Trata-se de uma afecção geralmente hereditária, que atinge metade da cabeça (hemicrânio), muitas vezes acompanhada por perturbações da visão (enxaqueca oftálmica) e incómodos digestivos e que ocorrem sem ou com um ritmo preciso (enxaquecas menstruais da mulher).

Causas

homem com dor nas costas computador sentado trabalho 1365189216209 1920x1279 300x200 - Causas

Sempre as mesmas ao nível da coluna vertebral; o deslocamento de uma vértebra após um esforço em má posição comprime as raízes do nervo, provocando dor e contratura no seu trajeto.

Os nervos que partem das vértebras dorsais superiores são os nervos intercostais; uma nevralgia intercostal ou um ponto de lado pode assim ser sinal de um distúrbio dorsal.

Pelo contrário, os nervos saídos da coluna dorsal baixa estão sob a pele do ventre e a dor pode então fazer pensar num ataque de fígado e de estômago.

Outra causa de erro: por vezes, a dor nas costas provém ou da região lombar ou da região da nuca, através dos nervos que sobem ou descem ao longo da coluna. É o caso da dor das dactilógrafas, cujo ponto de partida é a nuca.

Causas

Gripe saiba como se proteger 300x183 - Causas

Para além da enxaqueca, podemos dizer que todas as doenças se fazem acompanhar de dores de cabeça, desde a febre até à simples fadiga. Há que começar sempre por procurar uma causa local: perturbação da visão, infecção do ouvido, dos seios da face ou dos dentes.

Deve ser dada uma importância particular aos deslocamentos de vértebras da nuca, que podem ocasionar verdadeiras enxaquecas.

Finalmente, os Americanos dão uma importância primordial às dores psicológicas, à tensão moral, conferindo-lhe um peso que é talvez tão excessivo quanto, noutros tempos, o do fígado entre nós.

Sinais

Ma circulacao nos pes 2 300x200 - Sinais

Um certo número de sinais traduzem quase constantemente o estado de insuficiência cardíaca. Esses sinais revelam-se das seguintes maneiras:

— O depósito de sangue em diversas partes do organismo onde o coração já não pode bombeá-lo. Trata-se de partes do corpo que podem, em suma, desempenhar um papel de reservatório, a saber:

• As pernas que incham, é o inchaço ou edema dos dois membros inferiores;

• O fígado que aumenta de volume, provocando frequentemente perturbações digestivas, é designado, de uma maneira sugestiva, como «fígado acordeão»;

• Os pulmões, finalmente, que podem deixar-se invadir subitamente pelo sangue, é o dramático edema agudo do pulmão, que exige uma terapêutica de urgência; ou então que se deixa inundar progressivamente, o que provoca uma dificuldade respiratória ou dispneia e expectoração, que poderão ser interpretados como bronquite.

Em resumo, a tríade: edema, fígado grande, dispneia. Outros sinais traduzem a fadiga do músculo cardíaco:

— Acelera para tentar compensar com a velocidade aquilo que já não tem força para fazer, temos então a taquicardia;

— Aumenta de volume, dilata-se, isso é sobretudo visível por meio dos raios X.

Tag "Fígado" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com