Tag Archives: Medicamentos

Tratamento habitual

cinesioterapia 2 300x200 - Tratamento habitual

Há que reconhecer que estamos cruelmente desarmados perante as paralisias.

A cinesioterapia é o melhor tratamento, com sessões repetidas e um trabalho tenaz.

Os medicamentos, sobretudo as vitaminas B,, B,2, etc, são utilizados sistematicamente sem que estejamos muito seguros acerca da sua atividade. Acaba de nascer uma pequena esperança, com a descoberta de substâncias capazes de «fazer crescer» os nervos, mas ainda exigem uma longa experimentação.

Além disso, a cirurgia implanta audaciosamente pilhas que produzem uma estimulação eléctrica ao nível dos nervos paralisados.

Tratamentos habituais

550px Get Rid of Tonsil Stones Step 5 preview3 300x169 - Tratamentos habituais

Estes dividem-se entre terapêutica, médicas e cirúrgicas.

— As colecistites exigem frequentemente um tratamento antibiótico massivo.

— Os cálculos e as suas complicações eram até há poucos anos apanágio exclusivo da cirurgia. Há pouco tempo surgiram produtos que desfazem os cálculos na vesícula, mas só se se tratar de cálculos de colesterol, e tais medicamentos nem sempre são bem tolerados.

— Quanto às discinesias, a sua existência arrastou consigo, por assim dizer, a criação de um enorme mercado de produtos farmacêuticos ditos «coléritos» que se propõem excitar ou retardar as contrações
do órgão. Na realidade, o que convém é um método que harmonize os movimentos da vesícula e os medicamentos dificilmente o conseguem.

— A crise de cólica hepática necessita da utilização de calmantes muito
poderosos em pílulas, supositórios ou injeções.

Tratamento habitual

IM 004 300x200 - Tratamento habitual

Para além dos casos em que é encontrada uma causa curável, o tratamento consiste em tomar durante muito tempo, ou até mesmo indefinidamente, produtos químicos, entre os quais o mais conhecido é o gardenal.

Estes medicamentos não têm senão um papel de proteção e não possuem qualquer efeito curativo.

Tratamento habitual

medicament 300x200 - Tratamento habitual

Compõe-se essencialmente de repouso e calmantes. O doente é deitado sobre uma cama dura, eventualmente um gesso. A isso se associam calmantes e medicamentos para descontrair, quer gerais, quer locais (infiltração de cortisona).

Na verdade, é com grande frequência que uma manipulação vertebral restabelece a normalidade e suprime a dor.

Podemos dizer que a «dor de rins» é uma doença da nossa civilização, na qual já não existem exercícios físicos normais: vamos da cama para o ascensor, do ascensor para o carro ou para o metro e daí para acadeira do escritório ou para a máquina da fábrica.

Tratamento habitual

download 41 - Tratamento habitual

Depois de tudo isto, que poderemos concluir, no plano terapêutico?

Primeiro, que a base de qualquer tratamento é uma dieta séria. Elas são numerosas. O difícil não é emagrecer, mas manter, na vida corrente, a perda de peso. Como poderemos então ajudar-nos a nós próprios?

E, para começar, há medicamentos que fazem emagrecer?

Não hesitemos na resposta: muito poucos. E comecemos por falar daqueles que devemos evitar: os moderadores do apetite, os extractos de tiróide, os diuréticos. Os primeiros são perigosos para os nervos, os outros dois não passam de variedades ilógicas, porque nem a tiróide nem a água têm a ver com a obesidade. Então, que nos fica? Algumas enzimas, um tratamento homeopático — um verdadeiro—, quando é bem conduzido, e a nossa terapêutica.

Tratamento habitual

IMG 09851 300x300 - Tratamento habitual

A crise de hemorroidal é geralmente tratada com medicamentos flebotónicos. Estes medicamentos são tomados pela boca, mas, sobretudo, aplicados pela via local: pomadas, supositórios.

A trombose hemorroidária, a pequena «bola» do ânus, precisa de sofrer uma incisão, tal como um pequeno abcesso; essa intervenção traz alívio imediato.

Quando as crises são muito próximas ou as hemorróidas demasiado volumosas, recorre-se a um tratamento radical, ou seja, a esclerose, isto é, a injeção nas hemorróidas de produtos que as «secam», ou então a intervenção cirúrgica.

As fissuras e fístulas têm tratamentos específicos: injeções e calmantes para as primeiras, tração por um fio para as segundas.

Quanto ao prurido anal, pela sua tenacidade, provoca muitas vezes o desespero dos doentes… e do médico.

Causas

am 79218 2123420 546250 300x225 - Causas

A urticária vulgar está sempre ligada a uma reação a um produto estranho, medicamentos, alimentos (morangos, ostras, etc), ou a uma picada de insecto, por exemplo.

É exatamente o tipo de doença alérgica.

Pelo contrário, a urticária crónica faz intervir noções de «terreno», que ainda não estão completamente definidas.

Tag "Medicamentos" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com