Tag Archives: Nariz

Os pontos

Na forma fria ou de «invasão», três pontos importantes:

O primeiro, mediano, na base da nuca, sobre a ponta da primeira saliência vertebral.

O segundo, no meio da curva dos ombros para as costas.

O terceiro, sobre o dorso do pulso, entre os dois ossos do antebraço.

Na forma quente, igualmente três pontos:

Os primeiros, na nuca, por trás da orelha, na primeira chanfradura que o dedo encontra sob o rebordo do
crânio.

O segundo, na junção da fronte e do nariz.

O terceiro, a junção das asas do nariz e do lábio superior.

Definição

images 91 - Definição

No sentido estrito da palavra, as gripes são as infecções devidas ao vírus gripal. Mas, na linguagem corrente, a palavra «gripe» designa todas as infecções do nariz e da garganta, pela ação de outros vírus, e que são, na verdade, rinofaringites. Contudo, utilizamos essa designação, primeiro, porque é sempre difícil descobrir o vírus responsável e, depois, porque tal procura é efetivamente desprovida de interesse, porque a terapêutica, tanto a clássica como os nossos métodos, é a mesma.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais:

O primeiro está situado exatamente na massa muscular da perna, a meia altura e a meia largura.

O segundo, único, encontra-se na ponta do cóccige.

Os acessórios:

O primeiro, único também, está situado sobre o lábio superior, sob o nariz.

O segundo, no cimo do crânio (o ponto mais alto do corpo), na junção da linha mediana e da linha que passa pelo alto das duas orelhas. Notemos que este ponto é notável no tratamento do prolapso hemorroidário.

Os pontos

meridian image1 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios;

Os principais:

O primeiro está situado no alto do crânio (o ponto mais alto do corpo) e na junção da linha mediana e da que passa pela parte superior das orelhas.

O segundo sobre o lábio superior, na junção dos dois terços superiores e do terço inferior.

Os acessórios:

O primeiro está situado na raiz do nariz, entre as sobrancelhas.

O segundo na ponta do esterno.

Sinais e formas

Massagem Para Dores de Cabeça 2 300x199 - Sinais e formas

Mesmo assim delimitada, a questão permanece muito ampla. Qual de nós nunca teve uma dor de cabeça?

Mas esta dor apresenta-se sob múltiplos aspectos.

Para começar, em múltiplos locais: dor em toda a cabeça, na testa, nas têmporas, na nuca, irradiada para os olhos, o pescoço, etc.

E também sob múltiplas formas: dor pulsátil, com ardor, surda ou, pelo contrário, como se a cabeça fosse «rebentar».

Finalmente, com múltiplos acompanhamentos: nariz tapado, vertigens, mas sobretudo náuseas e vómitos, o que está na base da famosa «crise de fígado» tão cara aos Franceses e que, na verdade, nunca existiu, porque é o fígado ou pelo menos as vias biliares que sofrem com a cabeça, e não o contrário.

Mas entre todas as formas, uma delas impõe-se: é a enxaqueca verdadeira. Segundo uma estatística recente, ela atingiria 25% da população. Vemos assim a sua importância social e económica, porque dá origem a uma enfermidade «intermitente», certamente, mas que nem por isso deixa de ser uma enfermidade.

Trata-se de uma afecção geralmente hereditária, que atinge metade da cabeça (hemicrânio), muitas vezes acompanhada por perturbações da visão (enxaqueca oftálmica) e incómodos digestivos e que ocorrem sem ou com um ritmo preciso (enxaquecas menstruais da mulher).

Sinais e formas

08 02 300x161 - Sinais e formas

1) A zona é uma afeção muito curiosa.

Manifesta-se ao longo de um nervo e traduz-se pelo aparecimento de verdadeiras «zonas» de bolhinhas,
que surgem a partir de placas vermelhas situadas aqui e ali, ao longo do trajeto do nervo. Esta erupção faz-se acompanhar de febre e de dores violentas, que pode ser do tipo agudo e superficial, ou picada, ou guinada, etc.

Acontece, infelizmente, que, mesmo depois de a erupção ter desaparecido, as dores podem persistir durante meses e anos. O que torna a vida do infeliz doente absolutamente intolerável, e já levou alguns deles ao suicídio.

Como existem nervos sob toda a pele, a zona pode «sair» em qualquer região do corpo, mas com a característica de ser estritamente unilateral. Tem-se uma zona à direita ou à esquerda, mas não dos dois lados.

A localização mais frequente é o tórax, ao longo do nervo intercostal: o doente apresenta erupções sobre metade do peito, com duas placas nas costas, uma de lado, uma ou duas sobre o seio.

Mas a zona pode ter outras localizações, e, em particular, aparecer na face: uma das formas mais perigosas é a zona oftálmica, que produz o aparecimento de vesículas sobre a testa e sobre o couro cabeludo, mas cuja gravidade reside no facto de atingir o olho com todos os riscos que tal situação acarreta: queratite, perfuração ocular, névoa residual.

2) Qual a razão que nos leva a colocar a varicela, uma doença benigna, se considerarmos que as há, a par da zona?

Porque é a mesma doença. Um doente portador de zona pode transmitir a varicela a crianças com quem está em contacto, e julga-se que o vírus da varicela vai fixar-se em formações nervosas e «faz recaída» sob a forma de zona no adulto.

A varicela da criança é, aliás, constituída também por pequenas vesículas, mas que surgem espalhadas por toda a pele e nas mucosas e evoluem em várias fases de aparecimento durante quinze dias a três semanas.

3) Quanto ao herpes é, se quisermos, uma zona em ponto pequeno.

Não aparece mais de um ou dois agrupamentos de bolhas sobre a pele ou sobre as mucosas.

Mas o herpes é recidivante — muitas vezes quando o doente tem febre, ou, na mulher, na altura das regras — e a sua recidiva está sempre localizada no mesmo sítio: lábios, nariz, nádegas.

Há duas localizações particularmente dolorosas: sobre os órgãos genitais (masculino e feminino) e no olho (herpes conjuntival), no qual os perigos são os mesmos do que no caso da zona.

Além disso, um herpes genital na mulher grávida pode contaminar o recém-nascido, provocando perturbações cerebrais graves (encefalite).

Sinais

resfriado 300x300 - Sinais

Quem não conhece os sintomas da constipação? Início brusco, com sensação de queimadura no nariz e na garganta, espirros repetidos, obstrução nasal seguida de corrimento de um líquido, inicialmente incolor e depois cada vez mais purulento, amarelo ou verde. Aliás, a constipação afeta os órgãos vizinhos. É frequente os olhos chorarem e os ouvidos ficarem tapados; por vezes, a constipação «vai ao peito», isto é, traz uma bronquite. Mas, normalmente, tudo volta a entrar na ordem passados oito ou dez dias.

Os pontos

meridian image 300x176 - Os pontos

Dois principais, dois acessórios:

Os principais

O primeiro está situado sobre a testa, no meio desta, a seguir à zona de nascimento do cabelo (colocando a base do indicador no começo do nariz, a extremidade do dedo atinge o ponto situado numa pequena concavidade da fronte).

O segundo está situado de um lado e de outro do
nariz, na junção da narina e do lábio superior.

Os acessórios:

O primeiro está situado na nuca, sobre a espinha dorsal, sob a saliência da primeira vértebra, percetível quando se desce ao longo desta.

O segundo está no cimo do nariz, exatamente sob a saliência óssea situada a esse nível (glabela).

Os Pontos

meridian image 300x176 - Os Pontos

Os dois pontos principais são os mesmos da constipação; os pontos acessórios variam em função do seio atingido.

Os principais:

O primeiro está sobre a fronte, sobre a linha mediana. Colocamos a base do indicador sobre o ponto onde nasce o nariz; o dedo colocado sobre a testa indica o ponto de acupunctura numa pequena concavidade do osso.

Os segundos estão situados na junção da asa do nariz e do lábio superior.

Os acessórios estão situados:

Para o seio maxilar, sob o olho, abaixo do meio da órbita.

Para o seio frontal, na extremidade interna da sobrancelha, numa pequena concavidade.

Tag "Nariz" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com