Tag Archives: Uréter

Causas

1153249 14402248 229x300 - Causas

Já foi afirmado que a cólica nefrítica, na imensa maioria dos casos, é devida à migração de um cálculo urinário ao longo do uréter.

Os cálculos formam-se no bacinete, um reservatório que contém a urina, devido a razões múltiplas que não se encontram todas determinadas, a urina do doente pode estar demasiado carregada de sais minerais e estes precipitam-se, um pouco como uma água demasiado calcária provoca depósitos nos canos. Os cálculos começam por ser muito pequenos, constituindo «areia» ou «lama urinária», e depois os pequenos cristais aglomeram-se e acabamos por obter verdadeiras pedrinhas, de formas e dimensões variadas.

A natureza química desses cálculos varia; conforme os casos, podemos estar perante uma litíase (é o nome científico da afecção) úrica, cálcica, oxálica, cistínica ou magnesiana. E isso tem importância no que se refere ao tratamento.

Sinais e formas

stomachPain1 300x200 - Sinais e formas

As infeções são de natureza diferente segundo o órgão atingido.

Quando se trata de uma afeção do alto aparelho urinário, bacinete e uréter, fala-se de pielonefrite; a infeção da bexiga é uma cistite. E, em cada caso, a doença varia segundo o sexo e a idade.

As pielonefrites são sempre infeções severas; podem ser agudas, com uma febre alta, arrepios intensos, dores lombares; podem ser crónicas, com um aspecto muito menos espetacular, uma febrezinha, algum ardor ao urinar.

É sobretudo na criança que esta forma é perniciosa, porque não há nada na urina que chame a atenção. Donde a obrigação imperiosa de fazer um exame de urina a um lactente que apresenta uma febre cuja origem não é evidente.

Em qualquer idade, é preciso procurar uma causa para esta infeção que se manifesta acima de uma «barragem». No adulto, tal barragem pode ser devida a um cálculo ou a um estreitamento do uréter.

Na criança, é um mau funcionamento da bexiga que impele a urina para cima em vez de a deixar seguir o seu curso normal.

A situação é muito diversa com as infeções da bexiga, as cistites.

Estas, sobretudo na mulher, são infinitamente menos graves. Mas podem ser um verdadeiro pesadelo devido à sua repetição incessante. Pode até acontecer, por vezes, um exame à urina não revelar qualquer germe e, todavia, encontrarmos toda a sintomatologia da cistite: desejo repetido de urinar, ardor ao urinar, por vezes urina sangrenta. Fala-se então de cistalgia.

Definição

Homem urinando no banheiro cor 182x300 - Definição

Entende-se por infeções urinárias as infecções das vias condutoras da urina, que são, de cima para baixo, o bacinete, o uréter e a bexiga.

As infeções do conduto terminal, a uretra, são excluídas desta definição. «E as do rim?», perguntará o leitor. As infeções do rim são muito raras, e quando se fala de nefrites, o que etimologicamente deveria querer dizer infeção do rim, não se trata de uma verdadeira infeção, mas de uma inflamação de natureza muito diferente.

Pelo contrário, a infecção das vias urinárias pode provocar, como reflexo, uma destruição do rim; é por isso que as infecções saio tão perigosas, tanto mais que muitas vezes evoluem silenciosamente.

Tag "Uréter" | Pontos que Curam | ferramenta de diagnóstico e esclarecimento.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com